Introdução ao OpenUP/Basic

Relacionamentos
Descrição Principal
getting started
core principles
roles
work products
disciplines
lifecycle

O que é o OpenUP/Basic?

OpenUP/Basic é um processo de desenvolvimento de software de código aberto projetado para equipes pequenas e co-localizadas que querem ter uma abordagem ágil para desenvolvimento. O OpenUP/Basic é um processo iterativo que é Mínimo, Completo e Extensível, valorizando a colaboração entre a equipe e os benefícios aos interessados ao invés da formalidade e entregáveis desnecessários.

O OpenUP/Basic é organizado em quatro grandes áreas de conteúdo: Comunicação e Colaboração, Objetivo, Solução e Gerência.

Four major areas upon which the OpenUP/Basic content is organized



O OpenUP é caracterizado por quatro princípios mutuamente suportados:

  • Colaborar para alinhar interesses e compartilhar entendimento
  • Balancear as prioridades (necessidades e custos técnicos) para maximizar o valor dos interessados
  • Focar na articulação da arquitetura para facilitar a colaboração técnica, reduzir o risco, e minimizar o sucateamento e o retrabalho.
  • Evoluir continuamente para reduzir riscos, demonstrar resultados, e ganhar feedback do cliente.

O OpenUP/Basic já vem pronto para ser usado, não necessitando de adições ou alterações. Pode também ser extendido para adicionar novo conteúdo de desenvolvimento ou personalizar o processo para qualquer ambiente específico.

Quem deve usar o OpenUP/Basic?

O OpenUP/Basic é mais útil para quatro grupos primários de usuários:

  • Profissionais de desenvolvimento de software (desenvolvedores, gerentes de projeto, analistas e testadores) que trabalham juntos como uma equipe de projeto;
  • Interessados;
  • Engenheiros de processo de software;
  • Instrutores.

Os profissionais de desenvolvimento de software podem encontrar orientação sobre o que é exigido deles quando da execução dos papéis definidos no OpenUP/Basic. Cada papel descreve um conjunto de tarefas e artefatos de sua responsabilidade. Também é dada orientação de como estes papéis colaboram entre sí.

Os interessados encontrarão orientação do que podem esperar da equipe de desenvolvimento de software e como o software será criado. O OpenUP/Basic descreve também as responsabilidades dos interessados e qual a melhor forma deles trabalharem com a equipe de desenvolvimento para obter um software que atenda às suas necessidades.

Os engenheiros de processo de software podem usar o EPF Composer para modificar e estender o OpenUP/Basic. As modificações podem ser tão simples como a alteração de gabaritos para produtos de trabalho ou tão sofisticadas como a adição de atividades necessárias para criar o software em seu ambiente específico, tal como auditorias para sistemas de missão crítica. Além da modificação do conteúdo de método, os engenheiros de processo podem incluir, alterar ou excluir fluxos de processo para adicionar padrões de capacidade específicos da organização.

O OpenUP/Basic também se aplica às organizações acadêmicas. Como um processo de código aberto, pode servir como base para cursos de engenharia de software e, quando combinado com o EPF Composer, para cursos de engenharia de processo de software.

Considerações Principais

Use o OpenUP/Basic, da forma que está, quando você tiver uma equipe pequena e co-localizada.

Modifique o OpenUP/Basic para pequenas equipes em diferentes circunstâncias, como por exemplo, um projeto novo ou para membros de equipe distribuídos geograficamente. Veja Material de Apoio: Recursos para Modificar Métodos para mais informações sobre como customizar o OpenUP/Basic.